Palestra sobre síndrome mão-pé-boca é realizada em unidade de Saúde

A síndrome mão-pé-boca foi tema de uma palestra ministrada na sala de espera da UBS Cristino Antônio de Faria, no dia 08 de abril. O assunto foi abordado pela técnica de enfermagem, Elenice Rosa da Silveira que falou aos pacientes e familiares, com o apoio de servidores da unidade.
O objetivo foi esclarecer a população sobre o assunto, dando continuidade ao ciclo de palestras realizado pelos profissionais de Saúde de Córrego Fundo.
A síndrome, mão-pé-boca é uma doença altamente contagiosa que ocorre mais frequentemente em crianças menores de 5 anos e é causada pelos vírus do grupo coxsackie. A transmissão ocorre de pessoa para pessoa, através da tosse, espirros, saliva e do contato direto com as bolhas.
Os sintomas da síndrome mão-pé-boca costumam surgir após 3 a 7 dias da infecção e incluem febre superior a 38ºC, dor de garganta e falta de apetite, seguidos de aftas dolorosas na boca e bolhas dolorosas nas mãos, pés e, por vezes, na região íntima, que podem coçar.
O tratamento deve ser orientado pelo pediatra ou clínico geral.

%d blogueiros gostam disto: