Córrego Fundo verifica aumento nos casos de doenças respiratórias e covid-19

Assim como as cidades da região, o município de Córrego Fundo identificou um expressivo aumento de casos de doenças respiratórias, bem como de covid-19 nos últimos dias. As informações são da Secretaria de Saúde que alerta à população para manter os cuidados sanitários, distanciamento social e uso de máscaras de proteção facial.

De acordo com a secretária da pasta, Alessandra Lopes de Faria, as Unidades de Saúde e Unidade de Pronto Atendimento estão recebendo diariamente grande demanda de pessoas buscando atendimento médico para diagnóstico e tratamento de casos de gripes e resfriados. Sobre o aumento nos casos de covid-19, Alessandra destacou que, no final de dezembro, a cidade comemorava um mês sem casos da doença e que, em janeiro, voltaram a ter casos ativos, o que significa que não se deve descuidar da prevenção.

A gripe H3N2 e o covid-19

Em todo o país, estão sendo diagnosticados casos de uma nova cepa da H3N2, que é um subtipo de gripe. Os cuidados para prevenção da gripe são os mesmos da covid-19, entretanto, para diagnóstico, os sintomas são diferentes. A confluência da pandemia de Covid-19 com um novo surto de influenza no país pode confundir a identificação de casos, já que se tratam de duas doenças respiratórias com sintomas semelhantes. Para ajudar a diferenciar uma gripe de uma infecção pelo novo coronavírus, o primeiro passo é conhecer os sintomas de cada enfermidade.

Sintomas da gripe

Os sintomas clássicos da gripe são febre súbita, tosse (geralmente seca), dor de cabeça, dores musculares e articulares, mal-estar, dor de garganta e coriza. A tosse pode ser forte e durar duas ou mais semanas. No caso do H3N2, os sintomas são os mesmos, com o potencial de causar casos de síndrome respiratória aguda grave.

Sintomas da Covid-19

No início da pandemia, a Organização Mundial de Saúde divulgou que os infectados apresentavam sintomas como febre, tosse seca, cansaço e perda do paladar ou do olfato.

Após o surgimento das variantes, os sintomas clássicos sofreram mudanças. Os sintomas mais comuns da doença passaram a ser febre, tosse persistente, coriza, espirros e dor de cabeça e garganta. Há também casos em que as principais queixas são dores pelo corpo, dor de cabeça, dor de garganta e, sobretudo, um cansaço extremo.

Em casos de sintomas, o indicado é procurar a unidade de pronto atendimento para diagnóstico e providências adequadas de distanciamento para diminuir a contaminação pela doença.

%d blogueiros gostam disto: