Coordenadora do NASF participa de reunião mensal do Colegiado de Saúde Mental

No dia 16 de novembro a psicóloga e coordenadora do NASF e Equipe Multiprofissional, Walquiria Resende de Oliveira Teixeira, representou Córrego Fundo na reunião mensal do Colegiado de Saúde Mental da Regional de Saúde de Divinópolis.

A reunião contou com a participação da psicóloga Marta Elizabete de Souza, que até pouco tempo esteve como coordenadora de Saúde Mental da Secretaria de Estado da Saúde de Minas Gerais, conhecida por ser militante e precursora da luta antimanicomial no Brasil. Ela apontou que é fundamental considerar a linguagem e a compreensão das pessoas sobre seu transtorno e sofrimento e nas ações humanizadas de convivência.

A reunião acordou a funcionalidade das comunidades e clínicas terapêuticas para dependentes químicos. Na oportunidade foi reforçada a importância de tratamentos para esses pacientes, ressaltando que é preciso olhar cada um individualmente, buscando identificar suas necessidades e seus quadros psíquico e clínico. Salientou-se que nem sempre a internação é o caminho mais indicado, uam vez que o paciente pode ter patologias que precisam ser tratadas previamente. Além disso, nem todas as comunidades e clínicas terapêuticas funcionam dentro das normas exigidas. Sendo assim, antes de enviar o paciente para uma internação, é preciso conhecer a instituição para a qual ele está sendo direcionado. Falou-se ainda sobre outra possibilidade de tratamento importante que são os CAPS AD (Álcool e Drogas), mas como muitos municípios não possuem essa modalidade de CAPS ou até mesmo não possuem CAPS, o tratamento pode ser realizado pelas Unidades Básicas de Saúde em conjunto com as Equipes de NASF ou Multiprofissional, associando acompanhamento médico, psicológico, nutricional, e até psiquiátrico.

Para Walquíria é fundamental enxergar o dependente químico como um indivíduo que tem uma patologia que precisa ser tratada e cuidada, nos âmbitos clínicos e psíquicos, se despindo de preconceitos e de julgamentos.

%d blogueiros gostam disto: