Secretaria de Saúde divulga dicas para prevenir a hipertensão

Tem sido amplamente divulgado que a hipertensão aumenta o risco de complicações pelo novo coronavírus. Por este motivo, portadores de pressão alta integram o grupo de risco da covid-19. Com o objetivo de informar à população sobre o assunto, a supervisora de departamento de Vigilância Nutricional de Córrego Fundo, Fernanda Mendonça de Almeida, listou fatores de riscos de dicas de prevenção à hipertensão.
Segundo ela, a hipertensão arterial ou pressão alta, é uma doença que ataca os vasos sanguíneos, coração, cérebro, olhos e pode causar paralisação dos rins. Ocorre quando a medida da pressão se mantém frequentemente acima de 140 por 90 mmHg, sendo um dos fatores de risco de AVC e infarto. Os fatores que influenciam nos níveis de pressão arterial são:

  • Fumo, consumo de bebidas alcoólicas, obesidade, estresse, grande consumo de sal, níveis altos de colesterol, falta de atividade física.
  • Além desses fatores de risco, sabe-se que sua incidência é maior na raça negra, aumenta com a idade, e é maior entre homens com até 50 anos, entre mulheres acima de 50 anos, e em diabéticos.

A hipertensão arterial ou pressão alta não tem cura, mas tem tratamento e pode ser controlada. Somente o médico poderá determinar o melhor método para cada paciente, mas além dos medicamentos disponíveis atualmente, é imprescindível adotar um estilo de vida saudável com a orientação de um nutricionista, seguindo as seguintes dicas:

  • manter o peso adequado, se necessário, mudando hábitos alimentares;
  • não abusar do sal (sódio), utilizando outros temperos que ressaltam o sabor dos alimentos (como por exemplo, cebola, cebolinha, salsinha, orégano, manjericão e outros) evitando cubos de caldos de carne, galinha, bacon;
  • praticar atividade física regular;
  • aproveitar momentos de lazer;
  • abandonar o fumo;
  • moderar o consumo de álcool;
  • evitar alimentos gordurosos, doces;
  • controlar o diabetes.

A nutricionista alerta ainda que hábitos saudáveis ajudam na prevenção e no controle da doença. E que é importante medir e controlar sempre a pressão, para viver mais.

%d blogueiros gostam disto: