Córrego Fundo participa de curso do Pnae

Servidores do município de Córrego Fundo participaram do Curso de Formação de Atores do Pnae (Programa Nacional de Alimentação Escolar), em Arcos/MG, no dia 29 de agosto. Além de córrego Fundo, esteve presente ao evento, as cidades de Arcos e Lagoa da Prata. De Córrego Fundo estiveram presentes, o técnico da Emater (Empresa de assistência Técnica e Extensão Rural), Marcos Roberto Souza, o supervisor do Departamento de Agricultura, Bruno Magno Faria, a nutricionista Cíntia Mara dos Anjos e a responsável pela prestação de contas da Secretaria de Educação, Ana Carolina da Silveira Higino Pereira.

O evento foi realizado pelo CECANE Sul de Minas (Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição Escolar) e abordou a criação do PNAE, maior programa do mundo em alimentação e nutrição escolar, assim como a Agricultura Familiar, enfatizando o cumprimento da lei federal n° 11.947/2009, que determina que no mínimo 30% do valor do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) deve ser utilizado na compra de gêneros alimentícios diretamente da agricultura familiar.

A nutricionista Cíntia Mara dos Anjos lembrou que a formação tem por objetivo capacitar multiplicadores dos conhecimentos relacionados à execução dessa política pública.

Segundo o técnico da Emater, para a execução do PNAE da agricultura familiar é fundamental que haja sintonia entre os atores envolvidos. “As prefeituras, como entidades executoras do recurso, as nutricionistas responsáveis pela elaboração do cardápio, as cantineiras que fazem as refeições, os produtores que produzem o alimento e a Emater, que acompanha esse produtor desde a produção e escalonamento da mesma até a elaboração do projeto de venda com a documentação necessária,” explica.

Marcos lembra que em Córrego Fundo o programa funciona muito bem. “No ano passado a execução do recurso com a agricultura familiar foi de 52%, bem acima do mínimo exigido por lei que é de 30%. Temos 9 agricultores familiares fornecendo diversos gêneros alimentícios, entre goiaba, banana, farinha de milho, farinha de mandioca, verduras em geral, doces, e outros,” afirma.

 

%d blogueiros gostam disto: