Córrego Fundo participa de Seminário para buscar ações no enfrentamento às arboviroses

Córrego Fundo participou na última quinta-feira, 07 de fevereiro, de um Seminário promovido pelo pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde da Região Ampliada Oeste para o Gerenciamento dos Serviços de Urgência e Emergência (CIS-URG), para buscar ações no enfrentamento às doenças. A discussão foi em torno das arboviroses, vírus transmitidos pela picada do mosquito Aedes Aegipty, que resultam em doenças como Dengue, Zika e Chincungunya.

A secretária de saúde Keli Cristina da Silva, o coordenador de atenção primária, Douglas Araújo e o diretor da Unidade de Pronto Atendimento, Geison Gomes participaram do seminário juntamente com outros profissionais que compõem a macrorregião de saúde de Divinópolis. Ao todo, representantes de 54 municípios estiveram reunidos.

Um boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde aponta que no primeiro mês de 2019, 7.505 casos prováveis de Dengue foram registrados em todo Estado. Duas mortes por Dengue também são investigadas. Já em relação à febre Chicungunya, Minas Gerais registrou 130 casos prováveis da doença. Duas mortes também são investigadas. O Zika Vírus teve 34 casos prováveis registrados, até a data de divulgação do boletim, em 28 de janeiro.

Durante o encontro foram discutidos tópicos sobre o enfrentamento das arboviroses, sendo a prevenção a melhor ferramenta. Nos últimos dias, os agentes de saúde de toda região, intensificaram as ações.
Arcos é o município da região onde há um surto de dengue. Até no último levantamento, 1115 ocorrências prováveis foram registradas.
Em Divinópolis, até o momento, 45 casos prováveis da doença estão sob análise. O objetivo do consórcio é facilitar a regulação de leitos na cidade. Com o período chuvoso e o calor, a incidência de doenças transmitidas pela picada do Aedes Aegipty aumenta. A Secretaria Estadual de Saúde já planeja ações para enfrentar as doenças em todos os municípios da região.

Em Córrego Fundo.
Até o momento, foi notificado apenas um caso suspeito, mas, após realização de exames, foi descartado. A Secretaria de saúde traçou, como no ano passado, um plano de ação, que inclusive teve início na última sexta, 08 de fevereiro. Será feito novamente, recolhimento de entulhos em todos os bairros, incluindo as comunidades rurais de Falhas e Sobradinho. Outras ações para prevenção das doenças também serão realizadas. A programação do recolhimento de entulhos acontecerá até setembro.

O coordenador de atenção primária, Douglas Araújo reforça a importância da participação da população. “Solicitamos a colaboração e conscientização da população para que esta doença não se espalhe em nosso município, não deixe de fazer sua parte mantendo lotes e quintais limpos livres de criadouros. Denúncias anônimas de locais com criadouros e foco podem ser realizadas através do telefone 3322-9254 e 3322-9158 ou na própria secretaria de saúde, de segunda à sexta-feira, de 12 às 18 horas”.

Informações: https://www.sistemampa.com.br/tv-candides/cis-urg-promove-encontro-para-buscar-acoes-no-enfrentamento-as-arboviroses/

%d blogueiros gostam disto: