Córrego Fundo adere à campanha Janeiro Branco

Com o tema “Quem cuida da mente cuida da vida”, o município de Córrego Fundo aderiu à Campanha Janeiro Branco. Na oportunidade, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio da Equipe NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família) em conjunto com as UBSs Padre Dionísio e Cristino Antônio de Faria realizou entre os dias 22 e 29 de janeiro ações preventivas nas UBSs, grupos do NASF e empresas locais, utilizando panfletos e dinâmicas. O objetivo foi levar as pessoas a analisarem seu aspecto psíquico e sua qualidade de vida. A campanha terá continuidade com atividades no Grupo Viva Mulher e Melhor Idade.
Janeiro Branco é uma campanha que pretende mobilizar a sociedade em favor da saúde mental, trabalhando preventivamente. A campanha objetiva mudar a compreensão cercada de tabus sobre a saúde mental e promover mais possibilidades a todos os indivíduos e à sociedade como um todo. Segundo a coordenadora do NASF, Walquíria Resende de Oliveira Teixeira, é preciso compreender o conceito de saúde mental de forma ampliada, como um estado de equilíbrio que proporciona bem-estar ao indivíduo e à sociedade em geral. Para ela, a ideia do Janeiro Branco é colocar o tema da saúde mental em evidência, aproveitando que o início do ano vem carregado de esperanças, projetos, expectativas de mudanças e de melhorias. Com isso, a campanha pode levar as pessoas a refletirem, discutirem e ressignificar suas ideias sobre o que é a saúde mental e qualidade de vida, vindo a perceber que é preciso buscar ajuda de um profissional, seja ele um psicólogo, um psiquiatra ou um médico de sua confiança, sempre que sentir necessidade.
A coordenadora lembra que janeiro o primeiro mês do ano, carregado de simbolismos, circunstâncias e características culturais peculiares, sendo uma oportunidade de ajudar muitas pessoas a olharem para suas próprias condições psíquicas e existenciais, suas disposições para a vida, seus projetos, para propiciar uma reflexão sobre suas impotências, dificuldades em lidar em relação às condições em que vivem, pensam e sentem.
“É preciso cuidar de nossas emoções e do nosso bem-estar, buscar conversar com alguém de sua confiança ou com um profissional da Saúde Mental sobre nossos sentimentos e emoções, sempre lembrando que nossa mente comanda nosso corpo, afirmou Walquíria. “Todos nós somos folhas em branco a serem escritas todos os dias, por isso precisamos planejar nossas ações, buscar mudanças de comportamento e de atitudes, repensar e refletir nossas condutas. A cada novo dia temos a oportunidade de mudar e fazer diferente, de buscar nos sentir melhor em meio aos problemas e situações que nos causam dor, angústia ou tristeza. Saúde mental é condição necessária para viver nessa sociedade moderna,” completou.

%d blogueiros gostam disto: