Produtores de café aprendem a fazer o monitoramento e controle da broca do café

Ampliar conhecimentos e aplicar na prática. Esta tem sido uma ação comum aos produtores rurais de Córrego Fundo, com o apoio da EMATER e do departamento de Agricultura do município. Recentemente, quem recebeu orientações para o aprimoramento de seus trabalhos foram os produtores de café.

Os pequenos produtores de café da cidade receberam orientações para monitoramento e controle da broca do café, em meados de novembro. A broca é uma praga que traz grandes prejuízos ao cafeicultor e que deve ser monitorada e cuidada constantemente.

“O monitoramento é a chave para o controle da praga. Para isso, existe uma armadilha simples que estamos ensinando aos produtores, feita de garrafa pet e outros materiais de baixo custo, entre outras orientações. Além de monitorar, a armadilha realiza ainda a diminuição das infestações desta praga, na lavoura”, explicou Marcos.

O supervisor do departamento de Agricultura, Júnior Welton Duque apoiou a ação e destacou que, além de levar soluções práticas e eficientes de baixo custo ao pequeno produtor, as orientações são formas de diminuir custo da produção e consequentemente aumentar o retorno financeiro da sua atividade.

%d blogueiros gostam disto: