Programa Plantando Saúde será implantado em Córrego Fundo

Através da parceria entre a EMATER (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural), UNICAMP (Universidade de Campinas), Secretaria Municipal de Saúde e Departamento de Agricultura será implantado em Córrego Fundo o Programa Plantando Saúde.

Segundo o técnico da Emater no Município, Marcos Roberto de Souza, no dia 30 de agosto, foi realizada uma reunião com os produtores, quando eles foram orientados sobre o funcionamento do programa. “O primeiro passo é o pré-cadastro dos produtores interessados em participar do projeto. Após o cadastro será realizado uma coleta de sangue de cada produtor, que será enviada ao laboratório, para realizar o exame especifico: acetilcolinesterase. Esse exame visa detectar contaminação por agrotóxico de dois grupos químicos, os organofosforados que são mais de 200 produtos e os carbamatos que são mais de 25 produtos que estão registrados no MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento)”. 

De acordo com o técnico, a coleta do sangue para exame foi realizada dia 10 de outubro. Também será agendada, uma visita do médico e professor da UNICAMP especialista na área, Dr. Herling Gregório Aguilar Alonzo, que dará um treinamento para a equipe de saúde do município, composta por médicos, enfermeiras e técnicos em enfermagem e as agentes. A Secretária de Saúde, Keli Cristina da Silva também deverá participar. Esse treinamento tem como objetivo afinar a sintonia para interpretação do resultado, bem como a indicação correta do tratamento e o acompanhamento do produtor que tiver alguma alteração no exame.

Acompanhamento da produção

A EMATER realizará acompanhamento da produção, com técnicas agroecológicas para os produtores que tiverem a indicação para não utilização de agrotóxicos na sua produção, e/ou utilização correta de agrotóxicos, incluindo a importância do uso do EPI (Equipamento de Proteção Individual) de forma correta, bem como o uso de produtos menos tóxicos e que realmente sejam indicados para aquelas culturas que os produtores estão produzindo.

O produtor será acompanhado pelas duas equipes, tanto da saúde como a EMATER, após seis meses da realização do primeiro exame será solicitado nova coleta para saber se teve melhora da análise dos produtores que estavam com alteração e se não houve recontaminação.

Cadastro

Na reunião do dia 30, 16 produtores realizaram o cadastro. A Secretária de Saúde Keli Cristina da Silva informou que a coleta de sangue já foi realizada em 16 produtores. Segundo Rafael Júnior Silva, Supervisor do Departamento de Agricultura esse programa será um marco na história de Córrego Fundo, tanto na parte ambiental como na parte de produção, com produtos mais saudáveis e produtores com uma melhor qualidade de vida. 

A Secretária de Saúde, Keli Cristina da Silva reforça a importância de programa, já que a saúde de qualquer pessoa é, sem dúvidas, o maior bem e patrimônio que uma pessoa pode ter. Pensando dessa forma, a secretaria da saúde abraçou esse programa com muito carinho e considera que o programa será um sucesso, com o produtor sendo acolhido e recebendo um tratamento e acompanhamento de toda a equipe, prezando sempre a saúde do trabalhador, de seus familiares e consumidores finais de seus produtos. Keli reitera e informa aos produtores rurais que, toda quarta-feira, é disponibilizado horário estendido ao trabalhador, nos postos de saúde até as 19 horas.  

%d blogueiros gostam disto: