EMATER e prefeitura organizam compra conjunta de equipamentos para os produtores de cachaça

No início deste ano, a EMATER (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do estado de Minas Gerais) e a Prefeitura de Córrego Fundo, através do departamento de Agricultura, promoveram uma compra conjunta de equipamentos utilizados na produção de cachaça para os produtores do município. A ação beneficiou doze produtores das comunidades de Córrego Fundo de cima, Córrego Fundo de baixo e Padre Doutor.

Segundo o técnico da EMATER, Marcos Roberto de Souza, a compra foi viabilizada pela associação dos produtores de cachaça de alambique. Foram adquiridos equipamentos como graduador alcoólico, para medir o teor de álcool da cachaça; sacarímetro, para medir o doce da garapa, durante o processo de produção; e termômetro, para corrigir o teor de álcool da cachaça, depois de pronta de acordo com a temperatura [tendo em vista que o correto é medir a graduação com a cachaça na temperatura de 20°C].

O chefe do departamento de Agricultura, Neurimar José Pinto, comentou que, por meio da compra conjunta desses materiais, direto da fábrica, os produtores tiveram uma economia no custo entre 20 e 25%. “Além da economia, outra importante vantagem é a aquisição de um equipamentos feitos com material de qualidade superior, se comparado aos encontrados no mercado da região, que já estão calibrados, garantindo a obtenção de resultados mais precisos”, explicaram.

“Os produtores estão recebendo nossas visitas e treinamento para a utilização adequada desse material”. Essas ações da EMATER e do departamento de Agricultura fazem parte de várias das medidas que estão sendo tomadas no apoio aos produtores que estão em processo de legalização de suas agroindústrias.

 

%d blogueiros gostam disto: