Córrego Fundo terá Centro de Saúde Funcional

A implantação da Clínica contará com serviços de fisioterapia, fonoaudiologia, psicologia, nutrição e atendimento médico integrando o paciente dentro de suas reais necessidades. A inauguração será nos próximos meses

Na última quinta-feira, dia 3 de março, foi concluída a análise feita pelo prefeito José Leão, junto às secretarias de Saúde, Fazenda e Planejamento, para viabilidade de implantação de um Centro de Saúde Funcional no município. O Centro oferecerá serviços de Fisioterapia, Fonoaudiologia, Psicologia, Nutrição e Medicina. Desde 2014, o município estudava a viabilidade orçamentária para execução do projeto que será implantado neste ano.

Os equipamentos para funcionamento da unidade já estão sendo adquiridos através de licitação e cerca de 50% dos equipamentos já estão no município. Inicialmente, o espaço contará com consultórios, mas o projeto conta também com espaço para hidroterapia, este que deverá ser instalado em 2017.

A autorização do prefeito para instalação da clínica que atenderá diversas especialidades da atenção secundária em saúde ocorreu após diversos meses de análise. Inclusive, em 2015, já havia previsão orçamentária para a clínica. Estas informações são do secretário de Saúde, Diequison Cunha. “Diante da crise financeira do país, o município aguardou para que a implantação da clínica seguisse critérios ainda mais cautelosos”, observou.

O Centro será instalado na então sede do SAAE (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) de Córrego Fundo. O prédio pertence à Secretaria de Saúde e já havia previsão de a autarquia ser transferida para outro imóvel. A nova sede do SAAE ainda não foi divulgada.

O secretário de saúde comentou que a infraestrutura do Centro irá equiparar-se à CLIFOR (Clinica de Fisioterapia do Centro Universitário de Formiga /UNIFOR-MG) e também à clínica de reabilitação de Piumhi/MG, que são referências em toda a região. “Estou confiante de que o espaço atenderá as demandas apresentadas à secretaria”.

“A viabilidade de implantação do Centro está sendo estudada pela secretaria de Saúde desde final de 2014. Sabe-se que existe uma demanda reprimida para atendimento em diversas áreas, e acreditamos que o centro será uma ferramenta importante do município para minimizar este problema. O espaço terá equipamentos sofisticados, além de contar com uma equipe interdisciplinar para atendimento dos pacientes. Estima-se realizar uma média de 600 atendimentos mensais na unidade, nas diversas especialidades de saúde”, comentou Diequison.

A secretaria de Saúde deverá oferecer transporte para os pacientes mais debilitados, considerados por uma avaliação criteriosa, incapazes de se deslocarem até a clínica.

“Estamos prestes a concluir um grande projeto, anseio da população que a administração reconhece como muito necessária. Comemoramos esta conquista e esperamos que os córregofundenses tenham ainda mais qualidade nos serviços de saúde, os demais oferecidos e pelos órgãos municipais”, comentou o prefeito.

 

%d blogueiros gostam disto: