Secretaria de Saúde alerta população para cuidados com a Dengue

Considerando as chuvas dos últimos dias, a Secretaria de Saúde de Córrego Fundo está alertando a população para manter os cuidados para prevenir a proliferação do mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue.

Neste ano, foram registrados inúmeros casos de suspeita da doença no município e foram feitas várias ações para combater a doença. O secretário de Saúde destacou que em julho foi realizado o segundo mutirão de limpeza para combate à Dengue em 2015, em que foram recolhidos mais de 90 pneus e outros objetos que acumulam água e se tornam criadouros do mosquito. Outro mutirão havia sido realizado em janeiro. Além desta medida, em junho deste ano, foi iniciado o serviço de Bloqueio de Transmissão (FUMACÊ) pelas ruas da cidade.

Desde o ano passado, a Rua do Chiba e Vargem Grande foram definidas como pontos estratégicos para combate ao foco da doença, contando com um agente de endemias exclusivo para a localidade.

Durante os últimos anos, foram feitas palestras periodicamente sobre o tema nas unidades de saúde e nas escolas, bem como, alertas à população através dos veículos de imprensa.

De acordo com a coordenadora de Atenção Primária em Saúde, Aline Miranda, a população é também grande responsável no combate ao Aedes aegypti. “No nosso município, ainda há muitas pessoas que acreditam que a responsabilidade da limpeza dos lotes é dos agentes de endemias, quando, na verdade, eles têm a função de orientar e acompanhar o trabalho de limpeza que deve ser feito pelos proprietários”.

Aline destacou que o Município tem responsabilidades, assim como os cidadãos. “Juntos, podemos evitar que os índices da doença aumentem em Córrego Fundo, e o combate passa a ser uma conquista de toda a cidade, com benefícios para todos”, comentou.

Os proprietários de lotes ou residências que tiverem dúvidas ou necessitarem do apoio da Secretaria de Saúde podem entrar em contato com a unidade através do telefone (37) 3322-9158, ou na sede da Secretaria à Rua Joaquim Gonçalves da Fonseca, 493 (na sede da Prefeitura), e solicitar a visita de um agente de endemias.

Prevenção e combate
A ação mais simples para prevenção da dengue é evitar o nascimento do mosquito. Para isso, é preciso eliminar os lugares que eles escolhem para a reprodução. A regra básica é não deixar a água, principalmente limpa, parada em qualquer tipo de recipiente.

A dica é manter recipientes, como caixas d’água, barris, tambores tanques e cisternas, devidamente fechados. E não deixar água parada em locais como: vidros, potes, pratos e vasos de plantas ou flores, garrafas, latas, pneus, panelas, calhas de telhados, bandejas, bacias, drenos de escoamento, canaletas, blocos de cimento, urnas de cemitério, folhas de plantas, tocos e bambus, buracos de árvores, além de outros locais em que a água da chuva é coletada ou armazenada.

 

%d blogueiros gostam disto: