Prefeito de Córrego Fundo intercede ao Estado pela Santa Casa de Formiga

O prefeito de Córrego Fundo, José Leão (PP), o vice-prefeito Geraldo Almeida de Faria (Babá/PP), o secretário de Saúde, Diequison da Cunha, o vereador Danilo José da Costa (PT), e o secretário de Meio Ambiente, Geraldo André da Costa, reuniram-se com assessores do Governador de Minas Gerais, no dia 18 de março, para interceder pela Santa Casa de Caridade de Formiga. A reunião ocorreu na Cidade Administrativa.

A comitiva corregofundense, representando os prefeitos da região, foi recebida pelo Assessor do Governador, Carlos Magno, pelo assessor do vice-governador, Wilson Rodrigues, e pelo chefe da Assessoria Jurídica da secretaria de Governadoria, o formiguense Sheldon Geraldo de Almeida.

De acordo com o secretário de Saúde, a reunião foi marcada em nome dos representantes das nove cidades integrantes da região de Formiga que é atendida pela Santa Casa de Caridade. O agendamento foi feito após uma decisão conjunta dos prefeitos, após reunião no dia 6 de março, que o prefeito de Córrego Fundo ficaria incumbido de contatar o governo do Estado para marcar o encontro e representar o grupo de prefeitos. Na semana passada, o prefeito José Leão contatou Sheldon Almeida, assessor jurídico da Governadoria, que agendou a data da reunião entre a comitiva corregofundense e os assessores do governo.

Diequison explicou que, na reunião, os assessores relataram já terem sido realizadas inúmeras reuniões com outros representantes da região e que as solicitações em relação à crise por que passa a Santa Casa de Caridade já estão sendo analisadas junto ao governo. Ainda segundo o secretário de Saúde, até segunda-feira, as assessoras técnicas do Governador, Maria Inêz Lopes e Priscila Pimentel, deverão informar quais serão o posicionamento e ações que o Estado se comprometerá a fazer para atenuar a crise do hospital.

Outra decisão tomada na reunião é que, após a divulgação das medidas assumidas pelo estado para sanar a crise da Santa Casa de Caridade de Formiga, será marcado um encontro com os nove prefeitos das cidades da região assistidas pelo hospital para tratar da continuidade de assistência ao hospital. “Os assessores do governador demonstraram muita receptividade e interesse em receber os prefeitos e em buscar medidas para solucionar o problema da Santa Casa. Saímos muito otimistas e ansiosos pelo posicionamento que irão apresentar nos próximos dias.”, comentou o secretário.

Segundo o prefeito de Córrego Fundo, a reunião que será marcada entre os prefeitos e os assessores do governador tem como objetivo apresentar a urgência do problema de saúde vivido por toda a região, pedir celeridade no processo de implantação das medidas, e solicitar a assistência para o problema ser sanado totalmente, já que as medidas que serão anunciadas visam atenuar a crise e impedir o fechamento do hospital e dos serviços de UTI Neonatal, UTI Adulta e da Maternidade, que correm o risco iminente de serem interrompidos.

As nove cidades relacionadas são Formiga, Córrego Fundo, Bambuí, Córrego Danta, Iguatama, Medeiros, Pains, Pimenta e Tapiraí.

José Leão comentou que a reunião foi muito positiva. “Percebemos que o governo do Estado está empenhado em cuidar do problema da Santa Casa, inclusive pelos relatos sobre as visitas e ações feitas pelos interventores, que estão muito compromissados com a missão que assumiram. Estamos com boas perspectivas para o nosso hospital e estamos confiantes de que esta crise seja superada e que os serviços não sejam fechados”.

 

%d blogueiros gostam disto: