Córrego Fundo participa da Agrishow 2014 em Ribeirão Preto

Produtores rurais de Córrego Fundo participaram da Agrishow 2014 – 21ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola em Ação, no dia 29 de abril. O grupo do município contava com 50 pessoas que visitaram os estandes com as principais marcas com atuação, direta e indiretamente, nas várias atividades do agronegócio.

A Agrishow ocorreu entre os dias 28 de abril e 2 de maio em Ribeirão Preto/SP. Organizada pela BTS Informa, do Grupo Informa, é uma idealização das principais entidades do agronegócio, como Abag – Associação Brasileira do Agronegócio, Abimaq – Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos, Anda – Associação Nacional para Difusão de Adubos e SRB – Sociedade Rural Brasileira. A Feira se tornou mais que uma feira de negócios, funcionando atualmente como palco para o lançamento dos mais significativos avanços tecnológicos do agronegócio brasileiro.

De acordo com o chefe do Departamento de Agricultura da Prefeitura de Córrego Fundo, Neurimar José Pinto, os produtores do município que participaram do evento são de áreas como produção de milho, cachaça, leite, entre outros. Lá puderam conhecer novas tecnologias de máquinas e equipamentos para serem utilizados em suas produções.

Segundo contou Neurimar, a Prefeitura forneceu o transporte para os produtores que realizaram investimentos no local e conheceram novas tecnologias. “É muito positiva a participação neste evento, há máquinas para produtores de todos os portes, dos pequenos aos grandes. O grupo mostrou-se bastante satisfeito”.

No evento, o visitante pôde conferir o funcionamento de diferentes tipos de máquinas e implementos agrícolas. Outro atrativo da feira é que, em função de sua importância econômica, atrai a atenção também das principais lideranças do setor, que, muitas vezes, anunciam medidas e ações públicas de interesse do produtor agrícola.

Os segmentos e setores contemplados na Agrishow 2014 foram: agricultura de precisão, agricultura familiar, armazenagem (silos e armazéns), corretivos, fertilizantes, defensivos, equipamentos de segurança (EPI), equipamentos de irrigação, ferramentas, implementos e máquinas agrícolas, máquinas para construção, peças, autopeças, pneus, pecuária, produção de biodiesel, sacarias e embalagens, seguros, sementes, software e hardware, telas, arames, cercas, válvulas, bombas, motores e veículos (pick ups, caminhões e utilitários, além de aviões agrícolas).

%d blogueiros gostam disto: